Conectando Dois MundosVoltar

Muitos operadores de Hyper-V ficam frustrados com a capacidade de entregar ambientes. A integração do OpenStack no mundo Hyper-V pode ajudar a endereçar esta questão.

25-08-2016





Microsoft Hyper-V, CloudBase e OpenStack juntos para um novo Datacenter

Trazendo os benefícios da orquestração do OpenStack para o mundo Hyper-V

A virtualização possibilitou uma nova geração de datacenters com mais eficiência e disponibilidade para suas cargas de trabalho mais exigentes. As soluções de virtualização precisam ir além dos recursos de virtualização básicos, como consolidar o hardware do servidor, manter o IaaS, disponibilizar o PaaS, liberar capacidade de automação e programação afim de criar plataformas abrangentes e inteligentes para nuvens privadas e híbridas. Isso significa que sua organização pode conseguir uma economia considerável e eficiências operacionais.

A capacidade do OpenStack de suportar multiplos tipos de Hypervisors em uma única Cloud traz até você uma possibilidade única, que é dar ao seu datacenter a capacidade de escolha do hypervisor mais adequado para cada tipo de workload.

Com a tecnologia desenvolvida pela Cloudbase, a qual é a pioneira na integração entre Microsoft Hyper-V e OpenStack, temos em mãos todos os beneficios da comunidade OpenStack a serem compartilhados com o universo Microsoft Hyper-V.

Veja aqui alguns destes benefícios:

  • Possibilidade de hospedar máquinas virtuais Windows sobre Hyper-V, obtendo uma melhor performance.
  • Possibilidade de integração Windows/Linux dentro de um mesmo Tenant (Projeto).
  • A integração do Hyper-V no ambiente de orquestração OpenStack permite:
    • Controle dos endereços IP's
    • Abstração dos controles de redes virtuais e de storage
    • Criação de roteadores por Tenant
    • Balanceamento de carga de serviços entre plataformas diferenciadas
    • Controle do OpenStack para ambiente multi-hypervisor

O constante desenvolvimento da Microsoft Hyper-V no conceito técnologico de para-virtualização juntamente com a Intel, faz com que Guest's Windows tenham melhor performance em hypervisors com esta iniciativa do que em outros que utilizam a virtulização de forma tradicional, que tem como objetivo abstrair por completo o hardware que na qual suporta este Guest.

A integração do Hyper-V no OpenStack permite o usufruto das vantagens de licenciamento que a Microsoft disponibiliza.

As vantagens ainda são maiores quando pensamos em termos de licenciamentos de ambientes de hypervisors hibridos, pois o licenciamento da Microsoft para ambientes virtuais em modelo de datacenter não leva em consideração questões como quantidade de processadores e/ou quantidade de máquinas virtuais que o Microsoft Hyper-V esta rodando e deste modo, sobre uma única licença temos todos os Guest's deste hypervisor sendo cobertos sobre esta mesma licença. E seguindo o mesmo conceito, temos o KVM suportando as máquinas linux, a qual dependendo do sistema operacional escolhido para ser o Guest, que não recaia sobre si qualquer tipo de licenciamento e/ou custos para o seu funcionamento.

Entregar serviços ágeis a seus clientes em multiplas plataformas não é apenas um desejo, hoje é a nossa realidade. Obtenha mais informações sobre Cloudbase com Microsoft Hyper-V em ambientes OpenStack através de nossos consultores e fique a vontade de ver através de nossas demos esta integração que sem sombra de dúvida lhe dará uma outra perspectiva do que realmente podemos fazer.

 

Joao Netto - ACTAR Tech